Óticas Precisão

Os riscos de usar óculos de sol falsificado

Você vê um modelo novo de óculos de sol bombando nas redes sociais, celebridades usando e ditando tendência… E quando percebe já tem um monte deles nas barraquinhas de vendedores ambulantes, camelôs, nos murais de vendedores de praia. E parece tentador comprar um modelo da moda por um precinho beeeeem reduzido, né? Mas sabe a velha história do “barato sai caro”? Nesse caso se aplica muito bem! Justamente porque não cuidar com a procedência do óculos de sol pode trazer graves consequências para saúde dos seus olhos.

O principal fator que deve ser observado em um óculos de sol é a proteção contra os raios UV que atingem as pupilas dilatadas. Em um óculos de sol falso, a proteção UV inexiste. E essa exposição direta à radiação solar pode levar a doenças como catarata e degeneração macular, por exemplo. Fora as dores de cabeça, os desconfortos e o cansaço na visão.

Então, é preciso considerar que além de acessórios que ajudam a deixar mais estiloso e bonito o seu look, os óculos de sol são, antes de tudo, um produto de saúde!

Perigo para todas as idades!

É importante ressaltar que até mesmo as crianças precisam da proteção adequada da visão. É comum, principalmente em praias ou piscinas, que os pais ofereçam aos filhos óculos que são apenas bonitinhos, com personagens de desenhos, evitando gastar um pouco mais com lentes realmente protetoras. Do mais jovem ao mais velho: não há idade para se proteger da radiação.

No caso de crianças menores de 10 anos, a pele das pálpebras e dos olhos é mais delicada e vulnerável, se comparado com a pele de um adulto saudável. Além disso, até essa idade, a lente do olho de uma criança permite maior penetração solar e, por sua vez, maior sensibilidade aos raios UVA e UVB. Então, é essencial cuidar da visão desde cedo!

Mas como identificar quando um óculos de sol é falso?

Existem alguns detalhes que denunciam a falsificação do produto. Fique atento aos seguintes sinais:

– As lentes não podem ser muito escuras a ponto de impedir que as cores de um semáforo sejam reconhecidas, por exemplo;

– Geralmente distorcem as imagens;

– A armação também tem itens como logotipo que pode sair facilmente;

– A peça apresenta imperfeições como acabamento irregular e bolhas;

– Até os estojos deixam evidente que o produto não é original. Observe se há logotipo da marca e se há manual de instruções;

O manual do consumidor precisa oferecer informações como código de barras, detalhes de modelo, código da cor e tamanho, composição, instruções de uso, riscos à saúde, origem, validade, garantia complementar, CNPJ do fornecedor… Desconfie quando o produto não for assim.

Consulte regularmente um oftalmologista

Ninguém vai ser melhor do que seu oftalmologista para indicar o óculos correto para sua visão, tanto de grau quanto de sol. Não espere enxergar com dificuldade para procurar um especialista. De forma preventiva, um oftalmologista pode identificar sinais que você não consegue perceber e tratá-los antes de se tornarem casos mais graves.

Na hora de comprar óculos de sol, fuja dos lugares com preços e procedência duvidosos. Opte pelas óticas com profissionais especializados que entendem não só das tendências e especificações das marcas, mas sabem sobre os detalhes das lentes adequadas.

Se tiver qualquer dúvida, fale com nossa equipe: (45) 9 9842-1731.

Leave a comment